Endereço: Rua Pamplona, n°145, cj.704 , Jardim Paulista,

Fale Conosco: (11) 3214-2953

(11) 94941-8374

Você conhece a assinatura genética da memória humana?

As regiões de memória cortical e subcortical exibem assinaturas genéticas distintas que refletem possíveis diferenças sobre a saúde e a doença.

Embora os cientistas tenham explorado extensivamente a anatomia e a função da memória, sua base biológica permanece um mistério. Tan e colaboradores analisaram a distribuição da expressão gênica nas regiões do cérebro ligadas à memória em humanos para identificar assinaturas gênicas da memória. Para fazer isso, a equipe de pesquisa examinou dados do Allen Human Brain Atlas, contendo dados de expressão para aproximadamente 24.000 genes, em áreas de memória definidas por um banco de dados de neuroimagem. A equipe destilou a expressão do gene da memória,  em assinaturas de genes,  usando bioinformática.

A análise revelou um conjunto de genes únicos expressos nas áreas da memória cortical, contendo o córtex entorrinal, e outro conjunto no subcórtex, incluindo o hipocampo. Os genes expressos preferencialmente nas regiões da memória cortical estão ligados a processos relacionados à memória, como regulação imunológica e epigenética.

Os genes expressos nas regiões subcorticais da memória estão associados à neurogênese e à diferenciação celular glial.

Os genes expressos nas áreas de memória cortical e subcortical estão envolvidos na regulação da transcrição, plasticidade sináptica e sinalização do receptor de glutamato. Além disso, genes distintos associados à memória, como PRKCD e CDK5, estão ligados a regiões corticais e subcorticais, respectivamente. Assim, as regiões de memória cortical e subcortical exibem assinaturas genéticas distintas que potencialmente refletem diferenças funcionais em saúde e doença e nomeiam candidatos a genes para futuras investigações experimentais.


Fonte: Neuroscience News.