Endereço: Rua Pamplona, n°145, cj.704 , Jardim Paulista,

Fale Conosco: (11) 3214-2953

(11) 94941-8374

BLOG LEMBRE E RELEMBRE

O que é atendimento humanizado?

Atendimento humanizado é um tipo de conduta aplicada pelos profissionais da área da saúde, no qual os mesmos têm como os seguintes objetivos primários: ouvir, aconselhar, acolher e respeitar as opiniões dos pacientes para que eles tenham um tratamento direcionado e personalizado. Neste tipo de conduta o foco sempre será o paciente e toda sua história pregressa de vida. 

Um dos principais direcionamento deste tipo de atendimento é buscar soluções para os desafios em pauta, prestar suporte ao paciente e todos em sua adjacência (familiares e ou cuidadores), deixando explícito todas as dúvidas sobre a situação do paciente, propondo soluções ou alternativas e buscando atender a satisfação dos mesmos.

Uma das chaves do sucesso para a ocorrência do atendimento humanizado é a sincronia dos procedimentos realizados (condutas profissionais e estrutura institucional). A literatura sobre o assunto afirma que os principais pontos de um atendimento humanizado, seja a área que for são: cada paciente deve ser abordado de forma individualizada e exclusiva; transmitir confiança, segurança e apoio para que o paciente possa ter melhor adesão e entrega ao tratamento proposto; deixar claro cada procedimento e conduta a ser aplicada; respeitar a individualidade de cada um (religião, opiniões e desejos de vida ou morte); cumprimentar, chamar pelo nome e escutar o paciente independente do estado que o mesmo se encontra; frequentemente informar o paciente e familiar de forma objetiva quanto ao quadro clínico e resultados obtidos e atentar-se ao estado emocional de todos envolvidos na situação. Há evidências de que quando o atendimento/tratamento humanizado é totalmente direcionado e personalizado para o enfermo e todos a sua volta o processo de cura, recuperação ou paliação é bem mais precoce. A fisioterapeuta Dra. Jéssica Maria Ribeiro Bacha afirma que diante de tantos benefícios sobre o assunto abordado vale a pena praticar este tipo de conduta frente aos nossos pacientes e que a chance de nossos resultados terem mais êxito serão maiores.

Bibliografia:

https://periodicos.unifesp.br/index.php/RIDAP/article/view/1269

http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/5346

https://www.unirv.edu.br/conteudos/fckfiles/files/Bianca%20Guerra%20Bernardes.pdf

http://portalarquivos,saude.gov.br/images/pdf/2017/setembro/20/cadrno-caderneta-HCor.pdf

Autora:

Jéssica Maria Ribeiro Bacha

CREFITO 3: 206063-F

Doutora e Mestre em Ciências pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo;

Especializada em Gerontologia pelo Instituto Israelita Albert Einstein;

Especializanda em Fisioterapia Traumato-Ortopédicapelo IBRA - Instituto Brasil De Ensino e Consultoria;

Especializanda em Fisioterapia Uroginecológica pelo IBRA - Instituto Brasil De Ensino e Consultoria;

Fisioterapeuta formada pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais campus Poços de Caldas;

Capacitadora em Estimulação Cognitiva Intergeracional pelo Programa Vigilantes da Memória;

Membro da Sociedade Brasileira de Gerontotecnologia;

Membro da Associação Brasileira de Fisioterapia em Gerontologia;

Membro do Laboratório de estudo em tecnologia, funcionalidade e envelhecimento da Universidade de São Paulo (LETEFE);

Integrante da Equipe do Vigilantes da Memória como fisioterapeuta e docente; 

Docente de Pós-graduações em Gerontologia em instituições renomadas no país como Sírio Libanês e Albert Einstein;

Realiza pesquisas sobre reabilitação do controle postural e cognição de idosos por meio da fisioterapia convencional e de novos recursos como a realidade virtual e videogame;

Realiza atendimento fisioterapêutico em idosos por meio de intervenções convencionais e inovadoras visando sempre o estímulo cognitivo, sensorial e motor do indivíduo.